Correntina : “Tem que acionar todo mundo”, diz secretária – geral do Sindicato dos Bancários da Bahia

0
Reprodução/Correntina-BA

A Cidade de Correntina no oeste da Bahia e outras cidades baianas têm algo em comum. A suas agências do Banco do Brasil (BB) – explodidas por quadrilhas de roubo a banco – deixaram de trabalhar com dinheiro. O fato gera caos e empobrece o município, como afirmou ao Bahia Notícias a secretária-geral do Sindicato dos Bancários da Bahia, Jussara Barbosa. “Não tendo dinheiro circulando, a cidade entra em declínio”.

Para ela, só uma mobilização geral dos moradores, o que inclui a classe política, pode fazer com que os estabelecimentos voltem a funcionar normalmente. “A população tem que acionar todo mundo. Mexer com a prefeitura, com a Câmara de Vereadores, deputados estaduais e, principalmente, os deputados federais, que estão em Brasília”, disse.

Em Correntina – Depois de ter sua agência bancária explodida por uma quadrilha no dia 15 de janeiro de 2018,  após recuperação das instalações da agência, os caixas funcionam somente para  serviços de saldo, extrato e transferências, outros serviços são feitos dentro da agência.

RELEMBRE O CASO: As agências bancarias do Bradesco e banco do Brasil, foram atacadas no dia  15 de janeiro de 2018

Edição : Notícias do Corrente

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here