Bolsonaro recua após dar carta branca para PM matar :“É para não morrer”

0
Foto:Reprodução

Um dia após declarar que daria “carta branca” para a PM matar, o pré candidato a presidência Jair Bolsonaro (PSC-RJ), mudou o tom e afirmou durante discurso realizado em Manacapuru, município localizado a 85 quilômetros de Manaus, que a autorização será para ele “não morrer”.”Eu não quero dar carta branca para o policial matar, eu quero dar carta branca para o policial não morrer.

 E, se para não morrer, tem de matar, que faça o seu serviço”, disse Bolsonaro.O presidenciável ainda criticou ambientalistas e defendeu a desburocratização das licenças ambientais.O ex-capitão do Exército disse que uma licença para uma usina hidrelétrica pequena deveria durar “não mais do que uma semana, e não três, quatro, seis anos”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here