Acusados de tráfico em helicóptero da família Perrella são condenados pela Justiça do ES

0
Helicóptero com cocaína no Espírito Santo é da família do senador Zezé Perrella (Foto: Bernardo Coutinho/ Jornal A Gazeta)

Os cinco acusados de envolvimento no transporte de quase meia tonelada de pasta base de cocaína em um helicóptero da família Perrella, no interior Espírito Santo, foram condenados por tráfico e associação para o tráfico pela Justiça Federal, em sentença publicada no último dia 19 de dezembro.

O piloto Rogério Almeida Júnior e o copiloto Alexandre José de Oliveira Júnior foram condenados a 10 anos e quatro meses de prisão; os dois homens que teriam descarregado a droga, Robson Ferreira Dias e Everaldo Lopes de Souza, foram condenados a oito anos e oito meses, e nove anos e quatro meses, respectivamente; e o dono da fazenda foi condenado a 10 anos e oito meses de prisão.

Todos eles foram sentenciados a regime inicial fechado, sem direito a substituição por uma pena restritiva de direitos, que é uma pena alternativa, com a restrição ou supressão de algum direito do condenado. Eles ainda podem recorrer da decisão.

Caso

No dia 24 de novembro de 2013, a polícia apreendeu o helicóptero e a droga, e prendeu o piloto, o copiloto e dois homens que aguardavam a transação em uma fazenda em Afonso Cláudio, na região Sul do Espírito Santo.

A cocaína havia sido descarregada da aeronave e estava pronta para ser despachada quando aconteceu a prisão. Em dezembro, o governo manifestou interesse em usar o helicóptero.

Em abril de 2014, a Justiça Federal mandou soltar os quatro acusados de envolvimento no transporte da cocaína.

Foram soltos o piloto Rogério Almeida Júnior, o copiloto Alexandre José de Oliveira Júnior e os dois homens que teriam descarregado a droga: Robson Ferreira Dias e Everaldo Lopes de Souza.

Eles foram denunciados por tráfico e associação para o tráfico, mas respondem em liberdade. Também responde ao processo, o dono da fazenda, Elio Rodrigues, mas ele não ficou preso.

G1

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here